Os benefícios inesperados da leitura para a saúde

1 – Leitura estimula o cérebro

Todos os amantes de livros irão dizer que a leitura os faz feliz… e às vezes é um pouco vicioso também. E não só esta actividade é boa para a moral, também ajuda a impulsionar o nosso cérebro. Assim como estimula conexões neurais, permite desenvolver a memória de forma mais eficiente e ajuda a manter a mente mais clara.

É uma verdadeira ginástica do cérebro o que ocorre quando mergulha em um livro. Na verdade, ler regularmente ajudar a reduzir o declínio cognitivo em 32%. Em suma, se você quiser manter o cérebro saudável, abra um livro!

2 – Ler reduz o risco de Alzheimer

A leitura não é a cura milagrosa para doenças neurodegenerativas. No entanto, um estudo publicado em 2001 no Proceeding Magazine, uma revista científica da Academia Nacional de Ciências, relata que as pessoas que se envolvem em certas actividades intelectuais, como quebra-cabeças, xadrez ou a leitura, são 2,5% menos propensos que outros a desenvolver a doença de Alzheimer ou demência.

Robert P. Friedland, um dos pesquisadores responsáveis pelo estudo, acredita que o cérebro funciona como qualquer outro órgão do corpo. Só precisa de ser incentivado para não desgastar muito rápido. “Assim como o exercício físico fortalece o coração, músculos e ossos, actividade intelectual fortalece o cérebro e ajuda a lutar contra certas doenças”, conclui o professor.

3 – Ler o torna empático

Você às vezes têm dificuldade em decifrar as emoções dos outros, e acima de tudo, sentir empatia por eles? Você só precisa ler um pouco mais frequentemente. Um artigo publicado em 2013 na revista Science Mag afirma que a ficção pode desenvolver seu lado altruísta.

Como, por quê? Essas histórias costumam mergulhar o leitor para as emoções e pensamentos dos personagens. Então, vamos começar mais facilmente no lugar dos outros, aprendemos a compreendê-los melhor e, assim, a nossa resposta emocional se desenvolve.

4 – Leitura reduz o stress

Para bater ansiedade, existem aqueles que irá abrir uma boa garrafa de vinho, aqueles que praticam Yoga , e aqueles que irão abrir um bom livro. Sim, porque, além de fazer o bem para o nosso cérebro, a leitura ajuda a reduzir significativamente o stresse.

Um estudo realizado pela Universidade de Sussex em 2009 e relatado pelo The Telegraph , indica quando lemos, a nossa mente tem que se concentrar no que está escrito. Ao fazê-lo, podemos esquecer as nossas preocupações por um tempo, e as tensões que surgiram nos nossos músculos e coração estão gradualmente desaparecendo.

O neuropsicólogo David Lewis acredita que a leitura reduz a tensão em 68%, o que é melhor do que a música (61%) ou uma chávena de chá (54%). Ele conclui: “se se perder em um livro é o melhor relaxamento que você escolher, se você mergulhar nele, você escapar as suas preocupações”.

6 – Ler ajuda a dormir melhor

Se você tem problemas para dormir, o melhor ainda está por acontecer um pouco antes de desligar a luz. Um estudo da Clínica Mayo , explica que a abertura de um livro todas as noites, estabelece um ritual. Um sinal é então enviado para o nosso corpo para fazê-lo entender que é hora de descansar.

Mas cuidado, isso não se aplica às leituras em computadores, tablets ou smartphones. Estes dispositivos electrónicos possuem uma luz azul (LED) que prejudica a qualidade do sono e pode mesmo perturbar o relógio biológico.

7 – Ler ajuda a desenvolver o vocabulário

É, em última análise, logicamente a mais enriquecedora do seu vocabulário. Um estudo realizado pela Universidade da Califórnia em Berkeley estima que a literatura até mesmo infantil expõe as crianças a 50% mais palavras que um programa de TV. E esta exposição é devido ao pequeno jogador, mais ele vai se tornar bom na escola e desenvolver a inteligência. Um estudo publicado na Science Daily relata como leitores precoces são mais prováveis de se tornar muito inteligente à medida que crescem.

Os benefícios da leitura para o seu filho

A leitura é uma das actividades mais agradáveis ​​que os pais podem fazer com os seus filhos. Além disso, promove o desenvolvimento dos pequenos e, quando feito regularmente, facilita a aquisição da linguagem, que lhes permite aprender a ouvir e se prepara para reconhecer palavras escritas. É também uma oportunidade para pais e filhos se divertirem juntos de forma calma, divertida e emocionalmente satisfatório. Existem várias maneiras de obter o máximo proveito da leitura com o seu filho.

Conforto

  • Os livros de história dão-lhe a oportunidade de passar um tempo maravilhoso com o seu filho. Ao contar-lhe uma história, o seu bebé ou criança se aconchega com você, sente o seu calor e ouve o som reconfortante da sua voz, que promove o seu apego.
  • Incorpore a leitura na rotina de dormir diária. Ler para as crianças na hora de dormir relaxa e tranquiliza. Seguir uma história juntos é a finalização mais agradável de um dia.
  • Preste atenção às páginas ou livros que a criança começa a gostar. Se você considerar o que mantém sua atenção, ele vai entender que você dá importância ao que ele gosta e o que importa para ele.
  • Descreva as emoções expressas pelas ilustrações ou os personagens. Diga, por exemplo, “ursinho triste” ou “acha que precisa de um abraço?”. As crianças precisam de ouvir e aprender as palavras que descrevem os sentimentos para começarem a decifrar as suas próprias emoções.
  • As histórias podem ajudar ao seu filho falar certas experiências de vida. Por exemplo, pode ser reconfortante para ele ouvir e comentar sobre uma história sobre o primeiro dia no jardim de infância ou creche, a perda de um animal de estimação ou um grupo de amigos deflector. Assim, pode ver que não é o único a viver estas situações e aprender novas maneiras de enfrentar eles.

Jogar

  • Leia livros com que o seu filho possa jogar. Um bebê vão adorar explorar um papelão rígido ou plástico com os seus dedos e boca, enquanto uma criança mais velha irá desfrutar de descobrir um livro interactivo. Convide o seu filho para desenhar as guias para levantar as abas, sentir texturas, ouvir os efeitos de som, etc.

Diversão

  • Tire um tempo para falar sobre a história juntos. Diga ao seu filho, por exemplo: “Eu pergunto-me o que vai acontecer agora”. Essa conversa simples irá estimular a imaginação e criatividade. Se ele é pequeno, peça para apontar para o que você está a falar.  Diga, por exemplo, “Onde está a vaca?”. Espere que ele responde a perguntas como “O que é isso? “. As crianças muito jovens devem aprender que a comunicação é uma relação de mão dupla.
  • Mude o tom e jogar com as suas expressões faciais para enfatizar o que você diz. Por exemplo, sussurre quando um personagem estiver a dormir ou faça uma voz profunda para falar sobre algo imponente.  O seu filho vai ser cativado pela história, ele também vai aprender a ver o seu rosto e ouvir a sua voz para melhor interpretar emoções.
  • Escape a um mundo de fantasia. Ao ler a história, deixe que o seu filho explore com a  sua imaginação e se maravilhar com as ilustrações fabulosas. E sempre pode usar os descontos Lego para ajudar a leitura a se tornar mais divertida.

Ensinar

  • Re-ler-lhe histórias que prefere, puxar por palavras ou frases-chave. Ele vai ser feliz ao completar as suas frases ou repetir rimas que ele ama, ou ele vai aproveitar a oportunidade para contar a história à sua maneira. Isso fará com que ler seja muito “interactivo”.
  • Aproveite a oportunidade para falar sobre a cor, forma e tamanho dos objectos. O pré-escolar vai levar algum tempo para colocar um nome para estas noções abstractas, mas livros vão facilitar a sua consciência de certos conceitos.
  • Prepare  o seu filho para a leitura e escrita, ensinando-lhe a reconhecer letras e sons correspondentes. Peça-lhe para encontrar certas letras no livro e que as repita. Em breve, ele vai de si mesmo cada vez que você lê uma história.
  • Descubra novos lugares sem sair de casa. A leitura é uma boa maneira de ensinar o seu filho as coisas sobre lugares e experiências de outra forma inacessíveis. Deixe-o descobrir o oceano, cidades e culturas e terras distantes e despertá-la a novas ideias.

Espero que tenham gostado da publicação e se tiver alguma sugestão não hesite em deixar um comentário.  Lembre-se de usar as ofertas Amazon para comprar todos os livros que precisa! Têm uma enorme variedade de livros para crianças disponíveis.

Os melhores presentes para pais que viajam a trabalho

 

Seu pai, marido ou namorado passa semanas viajando de um lado para o outro por temas de trabalho? O ano conta com 365 dias e qualquer dia é bom para comprar um presente e para lembra-lo que independente da distância vocês pensa nele. Quer saber do que estou falando? Me refiro a presentes para pais que viajam a trabalho que poderiam utilizar em meios de transporte, salas de espera ou em quartos de hotéis nos momentos de descanso.

Relógios inteligentes para estar sempre conectado

Os relógios inteligentes, junto com os drones, se converteram no produto estrela do ano. Se quer comprar para ele um relógio inteligente para suas viagens de trabalho, eu te aconselho que aposte pelo Sony SmartWatch 2, um relógio inteligente Android com um desenho clássico, casual e discreto.

 

Se trata de um dos presentes para pais que viajam a trabalho perfeito já que ele recebe notificações, e-mails, mensagens de texto e WhatsApp em sua pulseira inteligente. Tudo o que ele precisa para trabalhar terá em seu relógio.

Outras das características deste produto é a duração de sua bateria. É o presente prefeito para quem termina com a bateria de seu celular em um dia por que a bateria do Sony SmartWatch 2 pode chegar a durar de quatro a seis dias.

Tablets e smartphones indispensáveis para os pais que viajam a trabalho

Os tablets e os smartphones são perfeitos de presentes para pais que viajam a trabalho. Sempre são bem-recebidos, e não é para menos. Qualquer homem que trabalhe e viajem precisa de um bom telefone para estar em contacto tanto com seus clientes como com a empresa, além de poder entrar em contacto com a Internet em qualquer lugar e qualquer momento.

Parece que os telemóveis e os tablets são futilidades, mas para os pais que viajam a trabalho é uma necessidade e um elemento a mais em seu trabalho. Se você não sabe qual tablet pode comprar de presente eu recomendo que busque bem qual seria o melhor em custo-benefício para ele.

 

Por outra parte, quem não tem um smartphone em sua vida diária?

Se é para uso pessoal não é necessário ter um super telefone só para entrar em redes sociais e pouco mais, mas ao contrário disso, quem trabalha viajando é uma coisa importante.

Agora você estará se perguntando onde comprar smartphones e tablets de qualidade a baixos preços, verdade?

Eu sempre vou as lojas DHGate, Samsung, DealeXtreme, ou mesmo na HP.

Pesquise bem para encontrar o que se ajusta as suas necessidades pelo melhor preço, que com os muitos códigos de descontos que essas lojas costumam oferecer vai ficar ainda mais fácil.

Acessórios para smartphones e tablets: capinhas e carregadores portáteis

Ficar sem bateria no telefone é algo normal e habitual, mas isso pode se converter em um problema se a bateria termina no meio de uma reunião ou conversa importante. Para que isso não aconteça invista em uma bateria portátil.

 

Além do carregador portátil, outro elemento que pode ser levado em conta são as capinhas para proteção. É conveniente que o telefone esteja protegido por uma capa para evitar possíveis golpes e danos.

Não sabe onde ir para comprar capas e carcaças para smartphones? Minhas lojas favoritas para comprar essas coisas são MiniInTheBox, TinyDeal e Aliexpress.

Presentes para pais que viajam a trabalho: Almofada de descanso

O descanso é fundamental em todos os trabalhos. Os especialistas de saúde afirmam que das 24 horas que temos em um dia são 8 para trabalhar, 8 para se divertir e 8 para dormir e descansar mas sabemos que isso não acontece quando as pessoas têm que viajar semanalmente.

Neste caso, qualquer momento é bom para descansar e tirar uma soneca com essa almofada de descanso com vibrador. Com certeza seu presenteado agradecerá! A almofada é perfeita para eliminar a tensão e o cansaço do dia a dia de trabalho, assim como descansar em qualquer lugar, seja no escritório, em uma sala de esperam no aeroporto, trem ou avião com um a ligeira massagem e com a possibilidade de escutar a música no seu telefone.

 

Roupas para pessoas que viajam muito a trabalho

Cada trabalho exige um estilo diferente de vestimenta. No caso das pessoas que têm que viajar constantemente por temas de trabalho o conveniente é que sejam peças de roupas cómodas, não muito ajustadas e elegantes, como por exemplo as colecções de roupas da Ralph Lauren, Michael Kors ou Armani.

Se, por outro lado, busca peças mais económicas para pais que viajam a trabalho você pode encontrar em lojas como da Asos; Nestas encontrará roupas elegantes e confortáveis perfeitas para trabalhadores, tanto homens como mulheres.

 

Os acessórios de moda: mala de escritório e necessaire

Além de levar uma roupa confortável e elegante o homem trabalhador que viaja muito precisa de uma maleta de trabalho onde possam levar suas coisas e ao mesmo tempo passar uma boa impressão. Parece mentira. Mas a maleta forma parte do uniforme dos trabalhadores viajantes já que onde transportaram os papéis importantes. No caso de ser mulher não é necessário levar uma maleta e sim uma bolsa bonita e elegante.

Por outra parte também vale destacar a importância do nécessaire pessoal. Em Aliexpress há uma infinidade de estilos para diferentes de homens e mulheres.

 

Calçados para reuniões e eventos

O calçado é outra parte fundamental de vestimenta. Esta mais que claro que não se deve ir a uma reunião de negócios com sapatilhas e sim com sapatos elegantes. Você pode encontrar sapatos masculinos em shoes.com.

No caso das mulheres, é conveniente usar também um calçado confortável. Os sapatos de salto alto são os mais comuns, mas também estão permitidos os mocassins e os sapatos sem saltos que sejam mais formais e elegantes, nada aberto.

E ao chegar em casa ou no hotel, para descansar o calçado perfeito são as pantufas que já conhecemos bem.

 

Óculos com luz para descansar lendo um bom livro

Se a pessoa que vai presentear gosta e ler um bom livro e é um amante da leitura presenteie com um modelo de óculos com luz, com certeza ele vai se surpreender já que na minha opinião é um dos melhores presentes para pais que viajam a trabalho.

Depois da infinidade de reuniões, conversas telefónicas, ponte aéreas, estar em vários hotéis o que ele mais vai querer fazer deitar, relaxar e ler algo interessante e com esses óculos ele vai poder ler algo sem a necessidade de acender nenhuma luz.

 

Presentes para pais que viajam a trabalho: mapa de destinos e marco de fotos

Se o seu namorado, marido, pai, filho ou amigo viaja muito por motivos de trabalho eu aconselho que presentei com um para onde pode ir colocando os destinos de sua viagem. Ou seja, fazer um próprio mapa com os lugares visitados.

Por último, destacar que também pode apostar por um porta retrato legal para que ele possa por uma fotografia de sua família. Esse é um presente típico, mas com um grande valor sentimental. E você poderá comprar no Ebay, Fotolia e em muitos outros lugares.

 

Você tem alguém que viaja muito a trabalho? Se se aproxima uma data importante ou você tem vontade de com um presente especial não duvide em comprar algumas dessas coisas citadas acima. Acertará com todos e surpreenderá!

Se você gostou desse artigo dê uma olhada também em transporte individual sobre rodas.

Felicidade, organização e os seus benefícios

Segunda-feira foi o meu aniversário, enquanto dirigia ao trabalho estava a ponderar quais as tarefas diárias eu gostava ou não, por isso o titulo de Felicidade, organização e os seus benefícios.
Também imaginei como seria o meu dia ideal, o tempo de me levantar, as actividades durante todo o dia…
E então eu percebi o que realmente é importante para mim e o que me faz feliz. Momentos vitais que realmente fazem a minha vida tem um significado especial.
Percebi que sou feliz quando estou com os meus filhos, me dedicando ao blog e quando me cuido, que ocasionalmente também precisamos ser um pouco egoísta.

E de repente surgiu um sorriso no meu rosto, uma vez que tinha encontrado uma maneira de levar tempo para esses pequenos detalhes, graças a ser mais organizado.
Minha cabeça começou a pensar que tudo a minha vida tinha mudado graças a encontrar um método de organização que para mim e minha família funciona.
Mas hoje eu queria para dizer-lhe sobre o impacto positivo que teve na minha vida para encontrar um método de organização que funciona para mim.

9 Benefícios de ser organizada que eu me fazem feliz:

  1. Ter tempo para me maquilhar pela manhã
  2. Passar a tarde com os meus filhos
  3. Ter o que me faz feliz
  4. Tirar o máximo proveito do espaço que tenho em casa
  5. Ter tempo para o meu blog
  6. Fazer as roupinhas para minhas filhas
  7. Cozinhar com os meus filhos
  8. Dedicar-me ao que gosto
  9. Dormir 8 horas por dia

Fui enumerando conforme as coisas foram saindo da minha cabeça. O segredo para obter o equilíbrio era: priorizar, delegar e encontrar o seu método de Organização. Se você também quiser para desfrutar dos benefícios de ser organizada, não desista e siga em busca da melhor maneira para você e sua família.

Se você gostou deste post de hoje, não perca o de conselhos para poupar no dia a dia.

5 leituras obrigatórias para entender os Estados Unidos

Compreender a política americana é uma questão tremendamente complexa. Não basta apenas ser informado das notícias, mas é conveniente olhar para trás para ver como evoluiu ao longo dos anos.

Os Estados Unidos tem sido um país que passou por muitos estágios sociais e políticos em sua história. Sem ir mais longe, é um dos poucos países que mais de um político morreu ao vivo. Tudo isso levou-o a modificar suas leis governamentais em diversas ocasiões.

Por esta razão, sempre aconselho que, além de ler tudo o que aparece na Internet, a compra de uma série de livros obrigatórios é necessária para contextualizar e abordar a questão em maior profundidade.

Para ser um pouco mais conciso, vou lhe contar os nomes dos 5 livros que você deve ler para entender a política americana:

  • O que eu sei sobre história, por Kennet C. Davis
  • A outra história dos Estados Unidos, de Howard Zinn
  • História dos Estados Unidos, por Carmen de la Guardia Herrero
  • Breve história dos Estados Unidos, por S. Morison, Henry S. Commager e W.E. Leuchtenburg
  • Breve história dos Estados Unidos, de Philip Jenkins

 

Com todos esses livros, você entenderá um pouco melhor como o país evoluiu nos assuntos importantes. A partir dessa base, você poderá apanhar e entender o que acontece todos os dias no país que teve George Washington como seu primeiro presidente.

Para as melhores ofertas de livros, visite a MasCupon.

Como analisar se sua ideia de negócio online é boa

Antes de iniciar a sua aventura como um empresário, você tem que analisar se sua ideia de negócio online é boa. Uma boa startup online tem que ter como base uma boa ideia. Mas como você pode saber se a sua ideia dará certo?

Não é fácil responder a esta pergunta. Por isso hoje vamos oferecer três passos básicos para analisar se sua ideia de negócio é boa:

  1. Analise os fatores internos e externos que podem melhorar ou derrubar o seu projeto empresarial.
  2. Faça um estudo da concorrência, o alvo (ou publico objetivo) e os potenciais investidores.
  3. Tenha claro sobre o nicho de mercado no qual pretende inserir-se.

Análise SWOT e PEST

Quando uma ideia de negócio online vem à mente de qualquer empreendedor, não tem que sucumbir ao fervor inicial. As empresas unicórnio, startups que em alguns anos são avaliadas em mais de 1.000 milhões de euros, são casos excepcionais. Na Europa, apenas residem 16 das 160 que se calcula existir em todo o mundo.

Ao analisar se a sua ideia de negócio online é boa, você pode avaliar melhor o êxito dela. Seu projeto  não depende só da originalidade, mas também de uma boa análise prévia. Com um estudo crítico e profundo da sua ideia, você não só vai determinar a competitividade da sua possível partida e tomar qualquer decisão estratégica. Assim, desenvolverá melhor seu modelo de negócio dentro de um determinado contexto competitivo.

A análise modelo tradicional no mundo dos negócios é SWOT (Strengths,Weaknesses, Opportunities y Threats): Fraquezas, Ameaças, Pontos Fortes e Oportunidades. SWOT  é o primeiro passo para encontrar a estratégia mais adequada para lançar o seu negócio. Ele se baseia em dois pilares: o ambiente externo (ameaças e oportunidades) e o ambiente interno (forças e fraquezas).

Ambiente externo:

Neste caso, é necessário determinar as ameaças e oportunidades da nossa ideia:

  • Ameaças: inclui todos os fatores envolvidos que podem prejudicar a implementação de negócios e / ou reduzir a viabilidade comercial ou econômica.
  • Oportunidades: integra tudo o que pode ser uma vantagem competitiva para a empresa.

As mudanças dos gostos dos consumidores, as novidades tecnológicas  e as mudanças na legislação são exemplos de ameaças e oportunidades que você descobrir ao analisar se a sua ideia de negócio online é boa. Elas são, em suma, os fatores que alteram a atividade da empresa e, portanto, determinam o seu futuro.

A priori, as startups desenvolvidas online podem ter várias vantagens. A criação de um negócio online envolve menos trâmites burocráticos dependendo do país e dá acesso a um amplo leque de potenciais consumidores.

Mas, por outro lado, há que levar em conta o comportamento do consumidor online. Embora o fluxo de visitantes do seu site é alto, nem tudo se materializa em uma compra direta.

Ambiente interno:

Neste ponto é necessário encontrar as debilidades e pontos fortes de nossa ideia:

  • Debilidades: são os elementos internos que podem prejudicar a organização da empresa e que a situam na pior posição com respeito a competência.
  • Pontos Fortes: são as fortalezas que possui a empresa.
    Quando a ideia é concebida, é difícil fazer uma boa análise interna. Os pontos fortes e fracos serão vistos melhor na prática, no momento que saiba os recursos financeiros e humanos que estão disponíveis, as plataformas online que podem ser contratadas, etc.

De todos os fatores, Elisa Gomez, que foi CDO de Demium Startup diz que o que realmente importa é uma boa equipe, com talento e equilibrada. “Se falha a ideia e você tem uma boa equipe, é fácil de encontrar outra boa ideia”, diz Elisa à MaisCupão.

Além de SWOT  no mundo empresarial também se utiliza o PEST: Político, económico, social e tecnológico. O PEST se aprofunda no ambiente externo em que a empresa se desenvolve. Em particular, considera que o âmbito geográfico, o contexto político-económico, sócio-cultural e tecnológico. Se você utiliza-lo vai ajudar a analisar se a sua ideia de negócio online pode prosperar ou perecer na tentativa.

Analisar se sua ideia de negócio online é boa: Estude o mercado

Depois de analisar se sua ideia de negócio online é boa, é necessário estudar o mercado para ver que implementação teria. Neste caso é importante investigar três aspectos chaves: o público-alvo ou destino para o qual você se dirige, os potenciais investidores e o mercado. Com estes três pilares, saberá se a sua ideia é comercializável e viável ou, pelo contrário, se terá que reformular algo ou desistir e passar para algo melhor.

Meu conselho é usar fontes confiáveis de informação para fazer sua pesquisa de mercado. As melhores são as associações comerciais, institucionais e publicações voltadas para o mercado para o qual você está direcionado.

O público objetivo:

O público-alvo inclui todos os consumidores que serão beneficiados com o produto vendido ou do serviço oferecido.

Para analisar se sua ideia de negócio online é boa e realizá-la, a quem você vai (sexo, idade, situação familiar, o contexto econômico, etc.), que eles querem e qual é a forma mais fácil de chegar até eles.

Existem diferentes estratégias para reunir informações de seu público-alvo. Você pode enviar pesquisas por correio, obter informações por meio de redes sociais (Facebook, Twitter, Instagram, Pinterest, LinkedIn…), se inscrever para fóruns ou ir a eventos do seu setor.

Há também ferramentas de mídias sociais úteis para investigar. Google Trends, pode oferecer uma visão geral das tendências mais recentes; FanGagner fornece informações sobre usuários do Facebook que fazem parte das páginas do seu concorrente e também plataformas mais profissionais, como SAS ou RapidMiner. Os dados obtidos serviram para saber o valor que pode acrescentar em seu produto e como conseguir mais clientes.

Um exemplo claro foi o Uber, um aplicativo para Android e iOS que revolucionou o mercado de táxi. Empreendedores que lançaram esta aplicação perceberam que as pessoas que pegavam táxi queriam receber um bom serviço e mais facilidades para encontrar um carro disponível e calcular a rota. Graças aos avanços tecnológicos, puderam atender a essa necessidade e alcançou um sucesso espetacular.

Potenciais investidores:

Dentro do trabalho de analisar se a sua ideia de negócio online é boa, também é importante prestar atenção nos investidores. Afinal de contas você precisa saber quanto tempo você pode sobreviver com o dinheiro e em quanto tempo deve buscar investidores externos.

No mundo das startups, esta na moda os business angels como fontes de financiamento. Eles são os investidores que outorgam, de forma pessoal e privada, capital de negócios emergentes. Em troca de sua contribuição, se tornam proprietário de parte da empresa. Com o fim de ajudar os empresários espanhóis foram eficientes, Juan Roig, diretor da Mercadona (uma das maiores redes de supermercado espanhol), ele criou seu projeto de transporte.

Nos últimos anos, os bancos também lançaram para financiar novas ideias de negócio online. Na Espanha, as empresas Santander, BBVA, Bankinter e Telefónica lançaram ações específicas para startups. Você também pode considerar as redes sociais de investidores, como o eToro, ou específico para empresários, como StartupExplore.

A concorrência:

Emílio Durou, consultor, assessor e formador das primeiras empresas na Espanha há mais de 30 anos, insiste que há poucos gênios no mundo que de repente têm grandes idéias. Por isso, insiste em que, em primeiro lugar, você tem que saber, estudar e copiar o que a concorrência está fazendo.

MaisCupão decidiu levar a cabo esta estratégia. Depois de analisar seus potenciais consumidores, analisou durante três anos as estratégias que eles usaram cupons empresas que operavam na Espanha. “Uma vez consolidados, quando já foi comprovado que a ideia vale a pena, podemos começar a distinguir-nos”, diz Chloé Monchenault Hamel, o CMO de MaisCupão.

Não se assuste com a concorrência. O fato de haver concorrência não necessariamente negativo: mostra-se um segmento de mercado rentável. Na verdade, se não há concorrência, você deve repensar o porquê. Talvez a sua ideia é nova e, portanto, não está disponível para os investidores. Ou pode não ser rentável, o consumidor não tem interesse em sua ideia ou nenhum mercado.

Para estudar a concorrência profundamente é necessário responder a duas perguntas básicas: Que estratégias estão sendo levadas a cabo as empresas do âmbito que eu quero abordar? O que posso fazer para me distinguir? Com o segunda resposta encontrará o nicho de mercado.

Analisar se sua ideia de negócio online é boa: Estudo da concorrência

Depois de analisar o público-alvo, definir seu nicho de mercado forma parte da tarefa de analisar se sua ideia de negócio online é boa. O nicho é composto por um conjunto de consumidores com atributos semelhantes e necessidades homogêneas. Esta demanda não é coberta pela oferta geral e só por essa razão, você pode obter a sua ideia para o mercado.

Por exemplo, um nicho de mercado que tem sido impulsionado nos últimos anos são os cursos de desenvolvimento pessoal e motivação. O interesse crescente nestes cursos tem feito empresários de negócios online optarem por tirar partido deste segmento de mercado, anteriormente incluídas nas terapias e nos preparadores físicos.

Atualmente, muitos mercados estão saturados. Não seria incomum ter empresas que tentam atender às necessidades de seu alvo. Mas não fique nervoso. É possível ganhar uma posição. O segredo esta em saber se distinguir e se destacar.

Como? Adicionando valor ao seu produto ou serviço. Há muitas maneiras. Você pode optar por se concentrar em um segmento de mercado menor do que o habitual, com características específicas que não cobrem as empresas que tentam cobrir um espectro mais amplo. Ou, ao invés de atender uma parte dos potencias consumidores, você também pode se dedicar a melhorar uma ideia ou um modelo existente que já tenha sido comprovado que funciona.

Outra recomendação para entrar no mercado é ser ágil, especialmente na Internet. Os nichos vão ser explorado rapidamente. Você tem que pensar sua ideia de negócio online não competem somente em seu país, se não com todos. Embora você possa tentar importar modelos de negócios que operam em outros países, como faz Demium.

Com estes passos simples, você vai saber se sua ideia de negócio é boa e rentável e se você pode agir e lançar o seu projeto. Neste ponto, você começa a pensar sobre o logotipo da sua empresa e do site que melhor se adequam às suas necessidades.

Escolher sua equipa de trabalho: procure os melhores para si

Escolher sua equipa de trabalho é fundamental em uma empresa. Muitas das vezes, o que determina o nosso destino depende de quem nos acompanhe na viagem. Embora não seja algo que possa ser quantificado, rodear-se de pessoas que não as adequadas é uma das razões pelas quais as start-ups fracassam. A construção da equipa precisa de vários aspetos.

Em primeiro lugar, a eleição individual das pessoas e, em segundo, a configuração destas equipas. É preciso ter em atenção o tempo de espera entre a primeira e a segunda. Isto será útil para ver as capacidades de cada trabalhador por separado e ao mesmo tempo poderá pensar os diferentes projetos de que ficarão encarregues.

Hoje vamos a comentar-lhe tudo o que precisa saber na hora de escolher sua equipa de trabalho. Comecemos com umas perguntas que talvez deveria fazer-se para saber que tipo de equipa precisa.

 

Escolher sua equipa de trabalho: Do que precisa a minha empresa?

Que tipo de empregado preciso?

O primeiro que deve ponderar-se é se realmente precisa de realizar novas contratações ou não. Há casos em que as start-ups podem confundir-se e acham que precisam novos empregados quando realmente não é assim. De nada serve ter imenso cuidado em escolher sua equipa de trabalho quando tem contratado pessoal desnecessário.

Uma start-up tecnológica que se encontra na sua primeira fase não tem que ter um elevado número de empregados. Para calculá-los há que ter em conta outras características como o dinheiro investido, a perspetiva de crescimento ou a dimensão do mercado.

Dados de tamanho de start-ups: estatísticas

Para ter uma ideia, tem que saber a capacidade das start-ups como geradoras de emprego. Segundo o South Summit do ano passado, um 21% deste tipo de empresas conta com um quadro de pessoal de entre 5 a 10 empregados. Destacam aquelas que não superam as 5 contratações. Não se esqueças desses valores quando seja a sua vez de escolher sua equipa de trabalho.

Número de empregados e tamanho da empresa

Não tenha nenhum tipo de temor se acha que os seus empregados não vão suficientes para desenvolver todas as tarefas. Existem casos de empresas pequenas que têm conseguido fazer frentes aos gigantes do sector. Aqui têm exemplos:

Milanuncios. Em fevereiro de 2014, o portal de vendas de segunda mão alcançou o seu sucesso quando foi comprado por Schibsted Classified media, empresa dona de Infojobs. Trata-se de um caso paradigmático. Este exemplo surpreende tanto pela sua grande execução, já que esta empresa começou a sua gestão de forma não profissionalizada e com pouco financiamento.

Number 26. É a historia de um banco que com 90 empregados conseguiu 100.000 clientes. Consiste em uma entidade bancaria que só pode ser usada através da sua aplicação para smartphone. Dentro dos 90 empregados, 22 são os responsáveis pelo desenvolvimento da aplicação e o resto com a parte de gestão e comercialização.

 

Escolher sua equipa de trabalho: Quem escolhe os empregos?

Comecemos com a eleição individual de cada um dos nossos trabalhadores. Aqui aparecem as primeiras disjuntivas. Devemos conhecer o responsável do processo:

Head Hunter. Também conhecido como caça talentos. É uma figura que está de moda nas empresas. Encarrega-se única e exclusivamente de investigar que perfis são os mais adequados para o projeto. A vantagem é que são pessoas que conhecem com precisão os processos e têm uma grande capacidade para prever quem será mais apto.

No entanto, esta pessoa é alheia à empresa e não tem contato diário, pelo que a sua visão sobre as características que deve possuir o candidato costuma estar centrada em aquelas que pode aportar o candidato e não tanto o que precisa a empresa.

Caso use esta opção, será recomendável ao escolher sua equipa que peça informes bem detalhados.

Responsável de Recursos Humanos. Aqui temos a outra cara da moeda. Alguém que leva muito tempo na empresa e que definitivamente conhece as necessidades da empresa.

Em MaisCupão, Eduardo Sepúlveda é o encarregado de realizar esta tarefa. Um cargo que vai mais além destas responsabilidades. Uma vez escolhidas as pessoas pertinentes, também está em constante contato com os chefes das áreas. Assim pode realizar controlos de qualidade sobre o trabalho que se está a fazer. Esta informação permite-lhe avaliar o funcionamento da empresa, ver o que está a ser bem feito e os campos onde se pode melhorar.

 

Escolher sua equipa de trabalho: Quem forma as equipas?

Uma vez escolhidos os trabalhadores e comprovado a sua mais valia para a empresa, agora pode formar as equipas. Aqui é muito importante começar bem pelo teremos que decidir quem fica a cargo destas. As opções são:

O CEO da empresa. Não costuma ser a opção mais indicada. O principal responsável do projeto tem que ser alguém que conheça aos novos empregados. Porém, pode passar que o CEO não tenha tempo suficiente para encarregar-se determinadas tarefas.

Responsável do departamento. Esta possibilidade é muito mais frequente, especialmente porque é quem tem contato direto e diário com a equipa. Além disso, já terá feito alguma atividade semelhante e saberá que características diferenciam a cada um.  Isto será útil para definir melhor os rolos a desenvolver e outorgar a cada um as tarefas mais adequadas.

 

Escolher sua equipa de trabalho: Características individuais

Em termos quantitativos devemos entender que contratar alguém corresponde um custo. Devemos calcular qual é a sua produtividade e, consequentemente, o seu valor. Uma pessoa sem experiencia pode permitir-lhe um menor custo, mas a sua dificuldade para levar a cabo determinadas tarefas pode realizar processo e inclusive chegar a ser um custo superior. Se não paga a experiencia, acabará pagando a formação do próprio empregado.

Formação, experiência e atitudes

Formação

O conjunto de habilidades que tem um empregado vai ser, sem dúvida, uma mais-valia para o seu projeto. Porém, deve saber que o melhor empregado não é o mais complexo, que saiba “fazer todo”. Segundo a Lei de Pareto, 80% das consequências derivam de 20% das causas, por isso, devemos melhorar aquilo que já funciona.

Experiência

Não é preciso ter um curriculum muito extenso, mas sim um adaptável às necessidades da empresa. Lembra que nem sempre mais é melhor. Por isso, procura saber sobre a sua reputação. Entre em contato com os antíguos empregadores, muitas pessoas têm recomendações de colegas de trabalho ou chefes.  No CV terá toda a informação necessária para poder saber com quem deve contatar, para obter qualquer tipo de referência.

Rodeie-se dos melhores e será um deles

 

Repare no tempo médio que tem passado nos postos anteriores. Se tem estado em muito trabalhos, mas durante pouco tempo, pode ser um mal sintoma. Em primeiro lugar porque as pessoas demoram algum tempo em adaptar-se a sua nova situação laboral e também porque estes saltos laborais podem não ter sido voluntários.

Não se esqueça de procurar as tarefas que desenvolveu, assim poderá saber ao certo o que aprendeu nas suas experiências passadas.

 

Aptitude e atitude

São dois pilares básico nas competências de um individuo. A aptitude faz referência ao conjunto de habilidades, enquanto que a segunda é a predisposição a fazer uso destas.

No que toca às aptitudes, deverá valorar todas as possíveis: nível de línguas, uso de ferramentas informáticas (paquetes Office, paquete Adobe, …) ou qualquer outra. No nosso caso, o posicionamento SEO tem grande importância, pelo que alguém que já conheça ferramentas adequadas como Ahref, SEO Tools e Yoast, terá muito valor para nós. O mesmo ocorre com as ferramentas Social Media (Buffere e Audiense) ou os programas de marketing de afiliação (Webgains, Zanox, TradeTracker, Linkshare, Skimlinks e Tradedoubler).

No outro lado está a atitude. Aqui, ser proactivo tem muita importância. Uma atitude proactiva é aquela na que se assume o pleno controlo da conduta. Isto implica a toma de iniciativa no desenvolvimento das acções.

Do mesmo modo, a motivação ou a mostra de paixão pelo projeto é muito importante. Repara se procurar sentir-se bem com o trabalho e ser ativo enquanto realiza uma tarefa.  Em conclusão, terá de procurar piratas e não marinheiros.

 Tips curiosos

Outros tipos curiosos são sintomáticos de que alguém é um bom empregado:

  • Sabe repartir o seu trabalho. Deixa as tarefas difíceis antes da hora do almoço enquanto que à medida que a jornada passa realizam labores mais simples. Estas mesmas pessoas costumam evitar o multi-tasking.
  • Tem jogado em equipas. Numerosos estudos afirmam que esta condição indica que têm mais facilidade para criar laços com os colegas.
  • Diga-me o que faz nos seus tempos livres e lhe direi quem é. Perguntar sobre os seus hobbies pode ser uma referência. Uma pessoa que dedique o seu tempo fora do trabalho a outras opções que supõem certa disciplina inclui na rotina valores como o esforço e a meritocracia.

“Construir uma equipa ganhadora é essencial para construir uma cultura de cuidado”

Jon Gordon

Métodos de seleção individual

Se queremos ver a rentabilidade de alguém que trabalha em equipa devemos utilizar o método Grönholm. Este sistema, aplicado nos Estados Unidos e também na Europa, trata de selecionar ao pessoal com uma sucessão de provas grupais nas que os candidatos interatuam entre si. Uma opção interessante sem duvida, mas que pode ser um grande investimento para uma start-up. Mas o que é certo é que é uma grande ferramenta para escolher sua equipa de trabalho.

 

Escolher sua equipa de trabalho: Características do grupo

Características de um grupo que funcionará

Para isso deverá criar um grupo que seja heterogéneo e capaz de criar sinergias por si sós. Aqui o team building é chave, pelo que lhe recomendamos este livro.

Entre todas as recomendações, a comunicação interna é uma das mais importantes. Em segundo lugar estaria a motivação ao debate. A primeira medida é uma opção de precaução, já que se se começa a falar por detrás pode-se por em dúvida a legitimidade do seu projeto e que as pessoas percam o interesse.  A segunda medida, em relação ao comentado, faz referencia a que sejas consciente de todas a dúvidas, sugestões e melhoras respeito ao projeto.

Por último, para que tudo seja fluido terá de formar um grupo diversos tipos de personalidades: tenha cuidado especialmente com os egos.

A criação de atividade de empresas costuma ser uma mais-valia para os empregados. Escolher sua equipa de trabalho também significa tomar conta destes.  É preciso que se sintam valorados. Se está atento reparará que eles mesmo criarão alianças. Este aspeto poderá tê-lo em conta nos projetos.

Todas estas atividades devem ser criadas com o objetivo de melhorar as relações interpessoais dentro do grupo.

Sinais de um grupo saudável

Estas ações são sinonimo que ao escolher a sua equipa de trabalho tem feito um bom “Dream Team”:

  • Os seus empregados têm claro que o objetivo principal é que a empresa obtenha benefícios. Apesar disto, a chave é ajudá-los a identificar os objetivos da empresa como os seus próprios. Em conclusão, se percebem esta relação como um win-win é uma boa notícia.
  • Ouvem aos seus colegas e ajudam a aperfeiçoar as suas ideias. Não acham que as suas ideias próprias são únicas e percebem que os outros também podem tê-las.
  • Sabem que nem sempre têm a razão e sabem aceitar quando cometem um erro. A humildade ajuda a que tenham uma melhor atitude perante o trabalho. Um estudo do ano 2005 do Journal of Behavioral Medicine mostrava que o perdão está associado com medidas de saúde como a qualidade do sono.
  • Assumir responsabilidade e dedicar parte do seu tempo a ajudar sem necessidade de que isso implique perder parte do seu.
  • Estão dispostos a aprender coisas novas.
  • Não veem aos seus colegas como ameaças, mas sim como oportunidades.

Sintomas de um grupo dividido

A produtividade baixa notavelmente

Compare os sprints individuas com os do grupo, assim poderá ver se a produtividade melhora ou piora quando são tarefas feitas em conjunto. A diferença entre horas estimadas e as que realmente são usadas será o suficiente para saber se algo funciona ou não. Trata-se de um trabalho quantitativo que lhe ajudará a solucionar os problemas a tempo.

 

As palavras são o reflexo da alma

Muitas das vezes as componentes da sua equipa não lhe dirão diretamente se as coisas vão mal. Por exemplo, se há alguém que não está a cumorir com as suas funções. Ao escolher sua equipa de trabalho devrá estar disposto a ouvir as diferentes feases:

“Esse não é o meu trabalho”. Não se têm definido bem as tarefas e além disso, as pessoas não querem dar o braço a torcer.

“Isso não é uma boa ideia”. A constante negação não é bom sinal.  Alguém que elimina as ideias dos outros, especialmente quando só há uma, sem dar uma em troca.

“A culpa não foi minha”. A omissão de responsabilidades mostra que algo não está bem. Em primeiro lugar, porque foi detetado um erro e em segundo porque não se conhece a origem.

“Isso é impossível”. A predisposição na hora de qualquer tarefa é um elemento chave. O difícil consegue-se e o impossível tenta-se.

Se quer que alguém te faça um favor, pede a alguém que esteja ocupado 

Ferramenta para que tudo funcione

Escolher sua equipa de trabalho não é simples, mas fazer com que funcione corretamente também não. Aqui tem algumas aplicações para organizar-se:

Teamup calendar. Funciona diretamente desde o navegador e também tem uma aplicação para Android e iOS. Pode-se utilizar tanto para tablet como no smartphone.

Trello. Este software de gestão de projetos, com interface web, ajuda a organizar todo tipo de tarefas de uma forma mais colaborativa.

Google Inbox. Esta ferramenta tem mudado o modo de trabalho com os emails. O gigante eletrónico a tem promovido como uma aplicação diferente. Sem dúvida, é uma ferramenta que deve colocar em pratica uma vez que tenha acabado de escolher sua equipa de trabalho.

Freedcamp. Os seus pontos fortes são suficientes para garantir que vão querer ficar com ela: permite gerir vários projetos ao mesmo tempo e é grátis. Para completa, permite aceder tanto do computador como de um dispositivo móvel.

Slack. Muito semelhante às anteriores e especialmente a FreedCamp, com a diferença das suas características audiovisuais. Slack permite, por exemplo, gravar áudio das reuniões de trabalho telemáticas.

Hightrack. Está baseada no método de gestão de atividades Getting Things Done. A isto há que acrescentar que os seus criadores ficaram obcecados em garantir que fosse simples e flexível, algo que com certeza conseguiram.

Evernote. A sua base é a organização de informação através do arquivo de notas. Se usa Windows está de parabéns, a sua versão para este software é compatível com ecrã táteis e com o reconhecimento de escritura.

Com que escolhas uma destas é suficiente. De todas formas, se não te convenceram, aqui há 22 aplicações.

 

Assim acaba o nosso post sobre a forma de escolher a sua equipa de trabalho. Lembra que não é uma decisão simples e que lhe afetará tanto no curto como no longo prazo. Um trabalhador deve ser produtivo desde o inicio, mas é preciso garantir que aprende tanto individualmente como em grupo. É preciso criar estabilidade para crescer juntos.

 

5 passos para criar um site para sua startup

Com a instabilidade do mercado de trabalho atual, uma das melhores alternativas para dedicar-se ao que você gosta é de criar sua própria startup. Para fazer isso você precisa ter uma compreensão básica sobre diferentes temas. Para começar, hoje trago este post onde encontramos 5 passos para criar um site para sua startup.

É muito importante que considere que, a fim de poupar na hora de lançar sua startup, você mesmo tem que cuidar de muitas tarefas. Mais tarde, você pode perfeccionar-las e até mesmo contratar outros profissionais para ajudá-lo. Mas primeiro você deve seguir estes passos para criar um site para sua startup e lançá-la o mais rapidamente possível. Vamos lá!

Passos criar um site para sua startup em pouco tempo

Em primeiro lugar, você deve se concentrar na criação de uma primeira versão muito básica da web e lançá-la o mais rápido possível. Não é necessário esperar até ter o produto perfeito se já tem uma ideia.

Isto porque, nos primeiros meses de vida do seu site, ele não será indexado pelo Google, já que esse processo leva entre 2 e 3 meses. Portanto, quanto mais cedo criar um site para sua startup antes será indexado pelo Google e assim será visível para os usuários.

As buscas no Google são a principal fonte de tráfego para um site, por isso é tão importante que o seu site apareça entre os resultados da pesquisa. Google para inclua (indexe) na sua web, seus robôs devem analisá-lo e isso leva, como já dissemos antes, um período de tempo de cerca de 3 meses.

Aqui você vai encontrar 5 passos criar um site para sua startup

Configure a parte técnica

O processo mais complicado que você vai encontrar durante estes passos para criar um site para sua startup é configurar a parte técnica. Mas não é muito difícil de fazer. Concentrando-se em cada passo e prestando atenção, você vai ter o seu próprio web funcionando em menos de 10 minutos. Aqui você terá que realizar uma série de processos informáticos como detalho abaixo.

  • Registe-se e compre o domínio

O primeiro passo para iniciar o seu website é escolher o nome de domínio. Depois de ter claro, registá-lo e comprá-lo. É melhor adquirir o domínio.com, mas se você planeja seu negócio é internacional, você também deve adquirir os domínios de diferentes países (.com, .net …).

O mais provável, se o domínio que você deseja já está registrado, é optar por outro que não está registrado e assim poder começar a construir o seu site imediatamente. Você pode optar por procurar outras terminações (TLDs, Top Level Domains), como .org, .net ou outros países. No pior caso, escolha uma variação mais comprida do domínio que você realmente quer que muitas vezes estão disponíveis.

O próximo passo é configurar o seu DNS. Um DNS é um Domain Name Server  e quando falo de DNS me refiro a atribuição de um nome para um endereço IP. Seu domínio registrado precisa se associar com o endereço na Internet onde você pode encontrar o endereço do seu servidor web é o seu endereço IP.

Em princípio, o site terá apenas um endereço IP, é composto por 12 números, um exemplo é 192.168.0.1. Neste momento, ainda não terá um servidor web por isso não podemos configurar o DNS, mas nos próximos passos, depois de comprar um hosting voltaremos a este painel de configuração de DNS para adicionar o IP do nosso site.

  • Escolha um sistema de gestão de conteúdos

Como dissemos antes, um dos passos criar um site para sua startup mais importante, é fazê-lo o mais rápido possível. Para fazer isso, use um sistema de gerenciamento de conteúdo, que é um programa de computador que cria uma estrutura que nos permite inserir conteúdo diretamente no nosso site.

 

  • Escolha um provedor de hospedagem

A hospedagem é o serviço que te proporciona um servidor na Internet para hospedar sua web. Se você decide lançar seu web e configurar você mesma sua hospedagem.

Quando paga a sua hospedagem, no painel poderá ver o endereço IP do seu servidor. Agora é a hora de configurar o seu DNS, dizendo a todos que o seu domínio já pode se encontrar no hosting que você acaba de comprar. Voltando ao painel de controle do seu provedor de domínio, você irá criar (ou modificar se ele já existir) o registro do seu domínio. Um registro é uma única entrada no DNS que identifica o endereço IP do seu servidor primário. Neste caso, vamos colocar o IP nos deu o provedor de hospedagem.

Mudanças no DNS podem levar até 24 horas para serem propagadas em todo o mundo, mas depois de uma hora e muitas vezes já esta difundido. Se você tentar entrar no seu domínio através de seu navegador, com o nome de domínio ou o endereço IP (acaba sendo o mesmo, por isso existem os DNS), você verá que o seu navegador lhe diz que não funciona nesse domínio. Isso acontece ou porque você ainda não teve tempo para se propagar suas mudanças de DNS (digitando o IP diretamente, salta a etapa de DNS para poder provar isso), ou simplesmente ainda não esta configurado o nosso servidor.

  • Comece com um servidor pré configurado

Se você se sentir um pouco perdido no meio de tanta linguagem informática, o melhor é que não tente provar muitos sistemas diferentes.

 

Para gastar menos dinheiro, você vai usar o software opensource, que é um software grátis. Optamos pelo sistema operacional Linux e vamos instalar o pacote mais comum e popular software web no mundo, o chamado LAMP (Linux, Apache, MySQL e PHP).

A vantagem de instalar este software é que existem muitos tutoriais na web para ajudar a instalar e modificar. Há também muitos programadores que usam e que estarão disponíveis para alugar no futuro, quando você precisa mudanças mais complexas. Cada parte do LAMP faz uma tarefa fundamental para manter um servidor web:

L – Linux – é o  sistema operacional mais popular para servidores em todo o mundo para servidores web. É grátis e bastante fácil de usar. A alternativa é o Microsoft Windows Server que é pago.

A – Apache – Este software de servidor web que servirá sua página web. Necessita um sistema operacional como o Linux a ser instalado e é grátis.

M – MySQL – Este é o banco de dados que armazena todas as informações em tabelas que precisamos de lembrar e é grátis.

P – PHP – Esta é a linguagem de programação mais amplamente utilizado no mundo da web. Você não vai ter que aprender a menos que você quiser fazer grandes personalizações em seu site, neste caso como um novato recomendamos que você contratar um programador com experiência em mercado de PHP por outsourcers.

O LAMP software pode ser instalado manualmente e há guias na internet que explicam como fazê-lo, mas eu recomendo que você use um pré-instalado que vem com o pacote LAMP – Essa é a grande vantagem de usar o software mais comum no mundo da web, ele salva um monte de tempo ao criar a sua instalação e modificá-la.

Quando lançamos um pacote pré-configurado, você deve sempre assinar o nome de usuário e senha e / ou a chave de acesso. Isso porque se perder esses detalhes que você não pode acessar o servidor web e terá que começar outra vez desde 0.

Personalize sua web

Depois de ter seu domínio, o seu sistema de gestão de hospedagem e conteúdo pode agora começar a personalizar seu site. Este é um dos passos mais criativos, porque você tem que considerar as cores que deseja para sua empresa e imagem de marca.

Você pode projetar esta marca utilizando programas de design mais populares ou serviços de outros profissionais em plataformas como 99 designs ou Fiverr.

Um dos pontos fundamentais da imagem de sua marca é o logotipo.  Vai ser a marca registrada pelo qual seus clientes podem diferenciar os seus produtos e serviços dos de outras marcas concorrentes. Você deve transmitir os valores que associamos com a nossa marca. É recomendável que você pense bem e coloque muita atenção na hora do desenho.

Crie conteúdos

Uma vez que nós deixamos para trás o lado técnico estão mais algumas coisas para configurar, mas o processo técnico já esta realizado. Agora, os passos seguintes criar um site para sua startup se centram no conteúdo.

Uma das coisas mais importantes para poder aparecer nas primeiras páginas do Google será a sua estratégia de conteúdo. Portanto, você deve escrever, pelo menos, cinco itens de alta qualidade com mais de 1.000 palavras e rapidamente publicar em seu website.

Mesmo que sua startup seja uma loja, ou qualquer outro tipo de negócio, é muito importante contar com um blog dentro do seu domínio para gerar conteúdo de qualidade. Isso vai fazer você ser indexado pelo Google mais rápido.

Crie contas de e-mail

É muito importante que você tenha uma conta de e-mail dedicada à sua empresa. Como você já tem o seu próprio domínio, essas contas assumir o endereço [email protected] e será muito mais fácil de identificar seus clientes.

As contas mais importantes que cada empresa deve ter são [email protected] e [email protected] Mas você pode adicionar outros como [email protected] ou [email protected]

Normalmente o seu plano de hospedagem terão a capacidade para criar endereços de e-mail, mas às vezes pode ser limitado. Se você acha que vai precisar contas de e-mail ilimitadas você pode contratar o serviço externamente.

Registre as Redes Sociais

Por último, as redes sociais são um ponto muito importante atualmente dentro dos passos para criar um site para sua startup. Embora inicialmente não tenha recursos para se dedicar muito tempo, é importante que o registo para impedir que alguém possa obter o seu nome antes de você.

Google+, Facebook, Twitter e Instagram são os mais populares e que devem estar presentes. Mas você também pode tentar outro como LinkedIn ou Pinterest. Só não abra as redes sociais que realmente não vai usar.

Para tornar mais fácil o gerenciamento de redes sociais, você pode usar ferramentas como o Hootsuite.

 

Ideias para decorar o seu espaço de leitura

Gosta de ler? Se sim sabe que além de um bom livro é muito importante contar com um lugar e tempo adequado para isso. Eu tenho o costume de levar o meu livro electrónico sempre comigo para ler em qualquer lugar. Seja no auto-carro, nas salas de espera, na hora de almoço.. Mas quando chego a casa gosto de ler num lugar tranquilo, onde posso concentrar-me na minha leitura e deixar a minha imaginação voar.

Para encontrar este lugar na sua casa, hoje trago conselhos e ideias criativas para decorar o seu espaço de leitura. Não é necessário ter uma casa grande com uma enorme biblioteca para converter o seu espaço de leitura no preferido da sua casa.

Onde fazer o seu espaço de leitura

O primeiro que se deve fazer para decorar o seu espaço de leitura é planificar o lugar da casa que se irá situar. Como disse antes, não é necessário uma grande biblioteca, com apenas 2 metros quadrados poderá criar um óptimo espaço de leitura.

O mais importante para ter em conta neste planeamento é ter uma grande quantidade de luz natural, o ideal e mais recomendável para cuidar da nossa visão é situá-lo junto de uma janela para que não seja necessário uma iluminação artificial.

Por isso se dispõe em casa de uma janela ou varanda pode pensar em adaptá-la ao seu espaço com apenas algumas almofadas, pufs ou poltronas confortáveis, como os que poderá encontrar na Alibaba por exemplo e facilmente converter este espaço pouco usado no seu espaço de leitura.

Também Há que levar em conta a rotina e hábitos da família porque tem que estar num lugar tranquilo. Eu recomendo que o coloque na sala de estar ou no quarto se é o suficientemente grande.

Coisas necessárias para a decoração no seu espaço de leitura

Depois de escolher o lugar está na altura das ideias para decorar o seu espaço de leitura e todos os elementos que farão parte do mesmo. Iremos começar pelos elementos mais básicos:

Poltrona ou sofá

O elemento principal do nosso espaço de leitura será um lugar cómodo onde nos sentar. Aqui poderá escolher entre uma poltrona ou um sofá. Sugiro mais a poltrona já que passamos muito tempo na mesma posição e é mais cómoda, e além disso também ocupa menos espaço na casa.

Também sugiro que passe pela secção de poltronas da Sears. Contam com uma imensa variedade de poltronas com diversos estilos e que com certeza irá identificar-se com alguma.

Iluminação

Mesmo que o nosso espaço de leitura esteja perto de uma janela é sempre importante contar com a iluminação adequada. O melhor para estes espaços é contar com luzes especiais para leitura, como estas junto à poltrona. Assim, poderemos orientar a luz e sua intensidade em função das necessidades da cada momento.

Mesa auxiliar

Contar com um espaço onde possa deixar certas coisas enquanto estamos lendo é importantíssimo. Se o espaço não for suficiente podemos abrir mão dela. Mas eu recomendo que se tiver lugar disponível coloque uma mesa auxiliar junto à poltrona. Assim, poderá deixar uma bebida, o seu telemóvel, um relógio ou qualquer outra coisa que precise ter ao seu alcance.

 

Acessórios para decorar o seu espaço de leitura

Agora que já temos o mais importante as minhas outras ideias para decorar o seu espaço de leitura é acrescentar pequenos toques pessoais para deixar o seu estilo pessoal nele. Sobretudo, um tapete. Já que a intenção é passar muito tempo sentados na mesma posição, é importante isolar os pés do frio, principalmente nos meses mais frios.

O mais importante é que seja um lugar de relaxe, melhor se as paredes estiverem pintadas de uma cor não muito pesada.

Para terminar de decorar o seu cantinho de leitura, pode acrescentar alguns pequenos detalhes como velas perfumadas com cheiro ou livros antigos. Também pode contar com alguma pequena planta ou fotografias pessoais. Tudo na medida certa para não sobre-carregar muito o ambiente.

Espero que estas ideias para decorar o seu espaço de leitura tenham sido úteis e que possa criar um autêntico espaço para relaxar na sua casa.

Melhorando a sua rotina matinal

O despertador toca e a primeira coisa em que pensa mal acorda é, “ só mais 5 minutos, só mais 5 minutos!” e com isso prolonga o despertar de 5 em 5 minutos e quando dá por si, ou desligou completamente o despertador ou está super atrasado para ir trabalhar. Quem nunca? Eu confesso, antes não tinha a melhor rotina matinal, o despertar era muito difícil para mim e passava as manhãs sempre a correr contra o tempo.

Não gostaria de ir mudando e melhorando a sua rotina matinal para não começar o dia logo em stress? Sim, é possível melhorar este hábito. Continue lendo e confira alguns truques e dicas para que isso nunca mais aconteça.

Truques e dicas para ir melhorando a sua rotina matinal

Já diz o velho ditado, “ não deixe para amanhã o que pode fazer hoje”. Pois é, esta é a primeira dica que lhe quero dar para poder ir melhorando a sua rotina matinal:

  •  Prepare tudo o que possa na noite anterior, com tudo quero dizer, planeie a sua roupa, prepare a sua mala e ponha tudo o que deseja e precisa de levar para o trabalho para que não se esqueça de nada.
  • Se é daqueles que gosta de dormir mais tempo pela manhã, porque não tomar banho antes de dormir? Para além de ir dormir mais relaxado poupará tempo pela manhã e conseguirá um tempinho extra de sono.
  • Respeite o seu sono. Já pensou em ir se deitar um pouco mais cedo do que o habitual todos os dia? Se for fazendo isto 15 minutos antes do horário normal de ir dormir, verá que o seu corpo aos poucos irá antecipando o sono e assim conseguirá estabelecer um novo padrão.
  • Coloque o despertador para mais cedo. Eu sei, custa muito, mas também não precisa de o colocar para uma hora mais cedo! Se o fizer para 10/15 minutos antes da sua hora normal verá a diferença que faz na rotina matinal.
  • Coloque o despertador longe. Sim, longe da sua mesinha de cabeceira, longe do seu alcance, assim quando tocar e como não gostamos do som que produz irá obrigar-nos a levantar. Ao levantar-se acenda a luz ou deixe entrar a luz do sol, se o escuro indica uma mensagem ao cérebro para dormir, a luz tem o efeito contrário e estimula o cérebro a despertar.

Não segui estas dicas e acordei tarde! O que fazer?

O despertador tocou e foi consumido pela preguiça? Quem nunca que atire a primeira pedra! Mas não se preocupe, há sempre um plano B e irei partilhar consigo algumas dicas do que faço para ir melhorando a minha rotina matinal.

  • Acordou tarde? Água gelada para o rosto. Sim, irá sentir-se desperto e não ficará consumido pelo sono.
  • Não tomou duche na noite anterior porque prefere pela manhã? Estabeleça um tempo, não demore mais de 10 minutos.
  • “Não sei o que vestir!” Isto é o dilema de todas as mulheres, e para além disso está atrasada, confortáveis e não tem que pensar em escolher algo que combine. Mas se não é adepta destas peças de roupa, sugiro que opte pelos básicos. Calça ganga escura ou uma calça preta, uma camisa branca e os seus sapatos preferidos. Escolha sempre cores neutras, pois estas são fáceis de conjugar.

A maquilhagem

Esta deverá ser simples, leve e prática. E como conseguir este efeito? Simples, ora veja:

  •  Rosto: Opte sempre por produtos multi-funcionais, estou a falar dos BB cream e dos CC cream, são cremes com cores, não com tanta cobertura é verdade, mas já nos dão uma aparência de pele com alguma cobertura, além disso já contém hidratante e protecção solar!
  • Corrector, um salva vidas, disfarça olheiras e para facilitar a vida espalhe com os dedos.
  • Blush em tons de rosa ou pêssego. Para não ficar com um ar pálido e dar um toque de cor ao nosso rosto.
  • Olhos. Um pouco de sombra em tons neutros são sempre garantidos e dão-nos um aspeto muito natural. Mas se acordou sem tempo para aplicar sombras, sugiro que passe apenas a máscara de pestanas. Dão um olhar mais desperto. Esqueça o delineador, aplicar este produto requer tempo, prática e precisão. Poderá não sair como quer e perderá tempo desnecessário.
  • Lábios: Uma vez mais, tons neutros, rosas claros ou hidratantes, fáceis de aplicar. Afaste-se de cores fortes como o vermelho pois requerem mais tempo e atenção para aplicar. Além disso é uma cor que muitas vezes não é aceite no protocolo de algumas empresas ou trabalhos.

Cabelo

Terminada a maquilhagem passemos para o cabelo. Há sempre aquele dia em que não deu para lavá-lo ou para por da maneira como mais gostamos, ou está muito oleoso ou demasiado seco, simplesmente não colabora connosco. O que fazer? Simples…

Se estiver com a raiz oleosa use um shampoo seco. Verá a magia que fará ao cabelo, dando um aspeto limpo. Mas não faça disso o seu dia-a-dia ok?

Rabo-de-cavalo

Os seus cabelos estão rebeldes? Opte pelo clássico rabo-de-cavalo, mas com um detalhe diferente, pode fazer uma trança lateral ou utilizar um elástico diferente. Irá parecer que levou muito tempo a fazê-lo quando na verdade não.

Coque bailarina

É super simples de fazer, basta fazer um rabo-de-cavalo no topo da cabeça e enrolar o cabelo sobre ele. Veja um exemplo na imagem.

Tranças

Este penteado serve para quem sabe trançar o cabelo, pode optar pela francesa ou na lateral dando um toque muito feminino.

Com estas dicas tenho a certeza que não irá perder muito tempo e conseguir sair de casa a tempo para não se atrasar.